Crônicas

Posfácio da Quarta Guerra

Olá Azeroth!

Hoje falaremos dos desdobramentos da Quarta Guerra e do destino que está previsto para Horda, para onde foi Sylvana, Tyrande e outros personagens notáveis.

Pelo fato de estarmos às portas de um novo patch de conteúdo, tentarei fugir de spoilers ao máximo. No entanto, é importante destacar que ainda que indiretamente eles poderão aparecer. Com a partida de Sylvana de Orgrimmar após matar Varok Saurfang, a Horda fica sem sua Chefe Guerreira, os Renegados que estão refugiados em Orgrimmar desde o Cerco à Cidade Baixa ficaram sem sua Rainha e ainda vistos com certa desconfiança pelos demais.

A Aliança venceu a Guerra em ambas as frentes, no entanto, é impossível dizer que não há problemas dentro de seus domínios. Tyrande Murmuréolo se rebelou contra o Rei Anduin e atacou a Costa Negra por conta própria, usando a face mais sombria de Eluna, a Guerreira da Noite. Tyrande quer vingança contra a Horda e especialmente contra Sylvana e isso é o oposto do que deseja Anduin.

O fim da Guerra arrefece as fronteiras e Jaina decide voltar para Kul’Tiras. Lá ela se reune novamente com Calia Menethil e Derek, seu irmão revivido pela Rainha Banshee. Esse encontro é marcado pela visível afeição entre Derek e Calia e deixa claro que Calia pode ter um papel importante dentro dos Renegados, uma vez que ela ajudou Derek a lidar com a “morte-vida” e a recomeçar um novo caminho.

Enquanto isso, Lilian Voss, a renegada de patente mais alta demonstra claramente que não quer ser Rainha dos Renegados. Até o presente momento, tudo indica que os Renegados poderão no futuro ser liderados por Calia Menethil e Derek Proudmore. Mas como eles se desvincularão da Aliança ainda é um mistério.

Thrall se reúne com os demais líderes da Horda e com a fuga de Gallywix com Sylvana, ele exerce influência para que Gasganete assuma como Príncipe Mercador. Gasganete conta com o apoio dos carteis e é bem visto pelo sindicato, pois ele sempre costuma pagar bem seus empregados.

Os Trolls Lançanegra decidem que Rokhan deve ser seu novo líder, pois ele tem liderado as tropas desde a morte de Vol’jin. Enquanto isso, Thrall, que está novamente em Orgrimmar, é naturalmente encarregado de liderar os Orcs.

No entanto, ele havia deixado claro que não queria ser Chefe Guerreiro novamente. Desta feita, ele se reúne com todos os líderes da Horda e eles decidem que a Horda será liderada por um Conselho, composto dos líderes de cada raça integrante da Horda. Em tempos de paz não faz sentido algum ter um Chefe Guerreiro.

Será? Ainda acho que isso enfraquece a Horda, pois a figura do Chefe Guerreiro representava a Honra máxima para todos, que naturalmente seguiam-no, muitas vezes sem questionar absolutamente nada. Foi por isso que Sylvana conseguiu causar tantas mortes.

Nesse cenário de reconstrução, o paradeiro de Sylvana permanece oculto, até que ela surge nas Terras Fantasmas conversando com Nathanos e partindo para uma longa viagem. Nesse momento fica claro que Nathanos não somente a segue por lealdade, mas por um amor platônico aparentemente não correspondido.

Sylvana não tem amor a nada e a ninguém. Ela despreza a vida pois a vê como uma prisão. Em que pese ela ter empreendido grande esforço em trazer Nathanos à forma que ele tem hoje (vide conto “Espelho Negro”), ela hoje deixa claro que nenhum renegado deveria ter qualquer tipo de apego pela vida ou qualquer sentimento ligado à ela.

Nesse momento, não se sabe o destino, mas ela dá a entender que tem um plano para destruir N’Zoth, que está à solta desde a queda da Rainha Azshara. O deus antigo, que agora está livre, começa a organizar assaltos por toda Azeroth e seus asseclas voltam ao ataque. Os Mantídeos voltam a investir contra o Vale das Flores Eternas e os Akhir atacam as capitais das facções.

Os heróis agora encaminham-se para a verdadeira Batalha por Azeroth, mas contra N’Zoth. O patch 8.3 está previsto para o início de 2020 e tratá muitas funcionalidades novas e a raide final da expansão, que detalharemos assim que possível.

Por hoje é só!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo