Crônicas

Pós-vidas – Revendreth: Ambiguidades

Olá Azeroth!

Saiu hoje o quarto capítulo da série Pós-vidas, destacando Revendreth, o último passo antes do sofrimento eterno da gorja para as almas mais perversas do cosmos.

Para facilitar, segue o vídeo em português:

No vídeo existem muitos pontos a serem explorados em busca de informações do que encararemos em Shadowlands enquanto estivermos na campanha de Revendreth.

Resumidamente, Sir Denathrius criou, devido a interrupção do fluxo de ânima, um plano de racionamento para todos seus súditos, impondo aos menos favorecidos uma estiagem de suprimentos. Quantos aos nobres e mais próximos, a abundância continua a mesma.

Para garantir esse abastecimento, ele tem deturpado a missão de Revendreth no sentido de torturar indevidamente as almas daqueles que chegaram com uma quantidade maior ânima, a fim de extrair deles indefinidamente esse recurso, sem de fato, encaminhá-las para redenção ou condenação.

Vemos claramente Garrosh Grito Infernal sendo usado como bateria de ânima, afim de garantir o abastecimento de ânima. Além disso, a animação mostra a execução de cidadãos de Revendreth que por algum motivo ou outro não concordam com o racionamento.

Outro ponto alto da animação é a falsidade nas palavras de Sir Denathrius. Conforme especulado anteriormente através da mineração de dados que tem sido feita, Sir Denathrius é o mestre supremo dos Nathrezim e que a agenda deles, desde incontáveis eras, é servir seus desejos. 

A animação destaca muito bem essa capacidade de traição e de criar mentiras por parte de Sir Denathrius.

Ele tenta criar dentro de sua sociedade uma imagem de que ele os lidera para um destino glorioso quando na verdade está se usurpando dos poderes para atender seus interesses pessoais.

Sir Denathrius é egoísta, arrogante, cruel, sádico e poderoso. Possui todas características que o tornam um primeiro chefe de Raide de Shadowlands bastante interessante.

Quais serão, ultimamente, seus planos? Veremos em breve!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo